O Centro de Informação de Biotecnologia (CIB) de Portugal organizou, no final do mês passado, uma visita a campos de milho transgênico da região de Elvas na qual participaram agricultores e jornalistas. Os produtores rurais explicaram como esta tecnologia pode ser uma alternativa na agricultura portuguesa e os motivos pelos quais escolheram produzir variedades transgênicas nas suas lavouras.

Uma das propriedades visitadas é o maior produtor de milho Bt em Portugal. A lavoura local está livre da broca – larvas das espécies Sesamia nonagrioides e Ostrinia nubilalis -, praga que pode destruir de 20% a 60% da cultura. Segundo o CIB, a rentabilidade da produção de milho na região de Elvas pode aumentar de 15% a 20% se forem cultivadas variedades transgênicas.

Os agricultores disseram que alguns dos benefícios da produção de milho Bt são: aumento da qualidade do produto, garantia de máxima produtividade, redução do uso de pesticidas, redução de custos de produção, redução de impactos ambientais e benefícios financeiros para os agricultores. Segundo Pedro Fevereiro, presidente do CIB, “os agricultores deixaram claro que Portugal não deve rejeitar o uso das variedades de milho geneticamente modificado, aprovadas pela União Européia”.

Fonte: Centro de Informação de Biotecnologia de Portugal – Setembro de 2006