O ministro da Economia da Alemanha, Wolfgang Clemente, disse na última semana que irá trabalhar pela importação de alimentos GMs dos EUA, mesmo com a moratória vigente no continente.

Em artigo publicado no jornal social-democrata Vorwaerts, Clemente também pediu a redução de obstáculos para o mercado transatlântico. Ele disse esperar que os EUA respeitem as decisões da Organização Mundial do Comércio e faça as modificações apropriadas, por exemplo, a imediata suspensão das taxas sobre o aço.

Para ele, a próxima conferência ministerial da OMC, em Cancun, no México, é uma ocasião propícia para que os delegados dêem passos decisivos em direção a um mercado livre.

Veja também a matéria em inglês.