Com essa nova liberação comercial, o Brasil tem aprovadas onze variedades de milho GM, seis de algodão e cinco de soja.

A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou na última quinta-feira, 19 de agosto, o quinto evento de soja transgênica no Brasil. A variedade BtRR2Y combina, através de melhoramento genético convencional, a proteção contra insetos e a tolerância ao glifosato para o controle de plantas daninhas, dessa forma, oferece melhores oportunidades de produtividade ao agricultor.

Com essa nova liberação comercial, o Brasil tem aprovadas onze variedades de milho GM, seis de algodão e cinco de soja. Além disso, 10 vacinas e uma levedura também estão aprovadas.

De acordo com o Serviço Internacional para Aquisição de Aplicações Biotecnológicas Agrícolas (ISAAA), foram plantados 134 milhões de hectares com culturas provenientes de biotecnologia em 2009. O Brasil é o segundo maior produtor de transgênicos do mundo, com 21,4 milhões de hectares plantados, apenas atrás dos Estados Unidos, que plantou 64 milhões de hectares com lavouras transgênicas em 2009.