Um novo centro de pesquisas biotecnológicas avaliado em US$ 230 milhões será construído em Victoria, Austrália. O objetivo é desenvolver novas variedades e ajudar a proteger o setor de ameaças como surtos de doenças exóticas e bioterrorismo.

O centro de pesquisa será construído em parceria com a Universidade La Trobe no campus de Bundoora. O governo deu US$ 180 milhões ao projeto, enquanto a universidade, US$ 50 milhões.

No local devem ser realizadas pesquisas regionais e internacionais em biotecnologia e o desenvolvimento de novas variedades, como o trigo e a canola tolerantes à estiagem.

A construção do novo centro vem em um momento em que o governo australiano decide se estimula ou não a moratória às safras GM, que deve expirar no próximo ano.

Fonte: Checkbiotech – 3 de maio de 2007