A Fundação Africana de Tecnologia de Agricultura vai dar à África uma chance de trabalhar com desenvolvimento de biotecnologia. A fundação costuma fazer parcerias com organizações existentes, dando-lhes acesso a avançadas tecnologias para a agricultura.

A declaração vem de um representante da Fundação Rockfeller, Gordon Conway, que salienta ser esta uma forma de dar às nações mais pobres as ferramentas para determinar quais das novas tecnologias existentes nos setores público e privado atendem às suas necessidades. “A biotecnologia está incluída nessas opções”, diz Conway.

Ele disse ainda que o objetivo é, após a escolha, que estes países sejam orientados sobre como obter essas tecnologias e como lidar com elas. E mais: como desenvolver nacionalmente um elenco apropriado de regras e sistemas de segurança.

Confira a matéria completa clicando aqui.