Os vegetais são extremamente sensíveis às mudanças de temperatura no seu ambiente, podendo detectar até mesmo mudanças de menos de um grau Celsius. Até agora, isto era um mistério para os cientistas, que agora descobriram um “gene termômetro” que, além de identificar as mudanças nas temperaturas, também coordena uma resposta apropriada à temperatura.

Vinod Kumar e Phil Wigge, do John Innes Centre (Noruega), relataram ao jornal Cell que localizaram o principal regulador do transcriptômetro de temperatura. Usando o modelo da planta Arabidopsis, os pesquisadores mostraram que a chave para a sensibilidade à temperatura é a proteína específica histona, H2A.Z, que enrola o DNA em uma estrutura mais empacotada conhecida como nucleossoma.

A descoberta pode ajudar a desenvolver plantas que tolerem melhor o frio ou o calor em excesso.

O artigo foi publicado originalmente em http://dx.doi.org/10.1016/j.cell.2009.11.006.

Fonte: ISAAA – 8 de janeiro de 2009