Cientistas belgas descobriram um novo mecanismo pelo qual as plantas lidam com estresses. O Instituto de Biotecnologia de Flandres da Universidade Católica de Leuven afirmam que o sistema de controle descoberto tem uma notável maneira de orquestrar a atividade de centenas de genes, forçando a planta a limitar o consumo de energia enquanto o organismo é estimulado a mobilizar reservas.

Tal situação pode ter um impacto negativo no crescimento, porém permite que a planta temporariamente se preserve em situações nocivas de estresse.

Os cientistas, liderados por Filip Rolland em colaboração com pesquisadores da Harvard Medical School (EUA), acreditam que a descoberta pode ser igualmente importante para os seres humanos, já que as proteínas estudadas na pesquisa podem desempenhar papel importante no envelhecimento e em doenças a exemplo de diabetes, câncer e obesidade.

Fonte: United Press International – 7 de agosto de 2008