Uma nova variedade de milho pode ajudar na prevenção da obstrução de artérias e na redução do colesterol ruim. A biologista do Departamento de Agricultura dos EUA, Susan Duvick, chefe do projeto de pesquisa, explica que o milho convencional contém cerca de 20% de ácido oléico e 60% de gordura poliinsaturada, o que é considerado saudável pelos nutricionistas, embora não seja tão benéfico quanto o ácido oléico. O produto convencional contém ainda 10% de gordura saturada.

A variedade desenvolvida contém menos gordura poliinsaturada, apenas 20%, enquanto o teor de ácido oléico sobe para 70%. O nível de gordura saturada é de 10%. Os resultados aparecem após dez anos de pesquisa e o produto poderá estar disponível nos supermercados em quatro anos. Pipoca e milho doce também poderão ser desenvolvidos a partir deste primeiro produto.

Clique aqui para ler a notícia completa, em inglês.