A Unidade de Genômica Computacional Darcy Fontoura de Almeida do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), em Petrópolis (RJ), concluiu o seu primeiro seqüenciamento. A bactéria Bradyrhizobium japonicum CPAC 15, empregada na cultura da soja por atuar na fixação de nitrogênio, foi seqüenciada durante o treinamento para uso do equipamento.

Segundo o LNCC, o projeto é realizado em parceria com a unidade Soja da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e o conhecimento obtido pode contribuir para o aumento da fixação biológica do nitrogênio em cultivos de soja de importância econômica e social para o País.

Estima-se que, pelo processo de fixação biológica do nitrogênio com a cultura da soja, o Brasil economize, anualmente, US$ 6 bilhões, que deixarão de ser gastos com fertilizantes nitrogenados.

A Unidade de Genômica Computacional Darcy Fontoura de Almeida foi criada por meio da parceria entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Ciência e Tecnologia.

Fonte: Agência Fapesp – 3 de novembro de 2008