Pesquisadores australianos isolaram o gene que possibilita que algumas variedades de arroz, de porte baixo, produzam mais do que as tradicionais. Plantas de arroz de porte baixo são mais resistentes ao tombamento e respondem melhor à adubação com nitrogênio. Essas características determinadas pelo gene isolado foram muito importantes nos anos 60, durante a chamada “Revolução Verde”, por terem possibilitado colheitas recordes no continente asiático. De acordo com o coordenador da pesquisa, dr. Wolfgang Spielmeyer, a identificação e o isolamento desse gene possibilita que novas variedades de arroz sejam colocadas no mercado com muito mais rapidez, em comparação com o uso de métodos de melhoramento convencionais. Além disso, essa descoberta abre o caminho para a identificação de genes com características semelhantes em outros cereais, como é o caso do trigo.
Esse texto você encontra no site do CIB, www.cib.org.br, e no seguinte endereço: http://www.pnas.org/cgi/content/full/99/13/9043.