Cientistas da Universidade de Bonn, na Alemanha, identificaram um gene que permite às plantas sobreviver à seca. A notícia foi particularmente bem-vinda para os agricultores do interior, porque a estimativa de perda este ano – por conta da seca – é de 80% de suas plantações.

Os pesquisadores começaram examinando a “ressurreição” de uma planta nativa da África do Sul, que em condições de solo seco se enruga e torna-se marrom. Mas quando vem a chuva (após semanas ou meses), a planta torna-se verde novamente no espaço de apenas algumas horas. Essa planta pode perder até 95% de sua reserva de água sem sofrer dano. Os cientistas já descobriram que há uma série de genes utilizados durante o período da seca. E notaram ainda que esses genes também existem na Arabidopsis thaliana, uma planta indígena da Alemanha.

Veja também a matéria original, em inglês.