sojanova_300x200Uma parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a iniciativa privada resultou no desenvolvimento da primeira soja geneticamente modificada (GM) totalmente desenvolvida no Brasil. Lançada nesta terça-feira (25), a variedade é tolerante a herbicidas da classe das imidozalinonas.

Para a diretora-executiva do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB), Adriana Brondani, com essa inovação, os agricultores brasileiros terão mais uma opção para a rotação de tecnologias para o manejo de plantas daninhas na soja. “O equilíbrio entre rotação de culturas, alternância de tecnologias e uso de defensivos agrícolas com diferentes mecanismos de ação diminui a pressão de seleção de plantas daninhas”.

O novo sistema de cultivo foi desenvolvido ao longo de 20 anos de cooperação técnica entre as instituições e combina variedades de soja transgênica com o uso de um herbicida com amplo espectro para plantas daninhas de folhas largas e estreitas. A aplicação do defensivo químico pode ser feita deste o plantio até, no máximo, os estágios iniciais de crescimento do vegetal.

A nova semente, nesse primeiro momento, será lançada na Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rondônia e São Paulo. A distribuição leva em consideração as características das cultivares que serão colocadas no mercado na safra 2015/2016. A tecnologia também está aprovada para importação em 17 países, incluindo a China, maior importador global, e União Europeia, maior importador de farelo de soja do Brasil.

Fonte: Redação CIB, agosto de 2015