O governo da Alberta, no Canadá, lançou o projeto 1.000 Vegetais, iniciativa internacional que se concentra em “encontrar novas informações genômicas que poderão levar a novos medicamentos e uma ampla gama de produtos vegetais de valor agregado”. O projeto é de US $2 milhões, e será liderado por Gane Ka-Shu Wong.

“O meu trabalho tem se concentrado em descobrir meios de tornar o seqüenciamento do DNA mais rápido e menos dispendioso e de aplicar os dados para melhorar o cruzamento seletivo de espécies vegetais úteis”, declarou Wong. “Incrivelmente, somente cerca de 100 espécies vegetais de seqüências de DNA têm sido analisadas da maneira proposta, portanto este projeto tem um verdadeiro potencial em descobertas que poderão fazer com que a natureza trabalhe a nosso favor”. Doug Horner, Ministro de Educação Avançada e Tecnologia de Alberta, observou que o “projeto não somente almeja melhorar a saúde humana e ajudar o meio ambiente, mas também poderá ser a semente de uma indústria de bioprodutos inteiramente nova em Alberta para diversificar o setor agrícola”.

Diversos parceiros estão apoiando a iniciativa, inclusive o governo de Alberta, Instituto de Pesquisa Agrícola de Alberta (AARI), Genome Alberta, a Universidade de Alberta e instituições internacionais, como o Instituto de Ciências Genômicas de Beijing (China) e Musea Ventures (USA). Todos os dados de seqüenciamento que os cientistas irão descobrir estarão disponíveis ao público pelo GenBank.

FONTE:

Alberta – 13 de novembro de 2008