Pesquisadores da Universidade de São Paulo receberam ontem (4/12), em Brasília, o Prêmio ANA 2008, iniciativa da Agência Nacional de Águas (ANA) para reconhecer iniciativas que contribuam para a gestão e o uso sustentável das águas brasileiras.

Foram 18 finalistas, entre 273 inscritos, em seis categorias: Governo, Empresas, Organismos de bacia, Academia, Organizações não-governamentais e Imprensa.

O projeto “Construção de uma linhagem bacteriana (Cupriavidus metallidurans) apta para biorremediação de efluentes contaminados por metais pesados” foi o vencedor da categoria Academia, e tem como participantes o aluno de doutorado, Ronaldo Biondo, e as doutoras Ana Clara G. Schenberg e Elisabete José Vicente, conselheira do CIB. A pesquisa, financiada pela empresa Vale, também recebeu recentemente o Prêmio Santander de Inovação, na Categoria Biotecnologia.

De acordo com Elisabete Vicente, as bactérias são capazes de retirar das águas oito dos mais tóxicos tipos de metal pesado, a exemplo de zinco, cádmio, cobre, magnésio, cobre e chumbo, entre outros.

Mais informações sobre o Prêmio ANA 2008 estão disponíveis no hotsite www.ana.gov.br/premio.