Agricultores de Muoroto, no Quênia, adotaram a biotecnologia, convencidos de seus benefícios. Este é um dos resultados de um seminário promovido pelo Instituto de Pesquisa de Agricultura e o Centro de Informação de Biotecnologia do Quênia, para informar os agricultores quanto às plantas GM e suas oportunidades no país. Os agricultores deverão ser orientados para, por exemplo, produzir tecido, árvores clonadas e seleção assistida por marcadores moleculares.

Um workshop itinerante também está sendo realizado, incluindo visitas a várias entidades de pesquisadores e agricultores, como o Forest Department Headquarters, na floresta de Karura, e o National Horticultural Research Centre, em Thika.

Clique aqui para ler a matéria completa.