Alimentos retirados de animais clonados e de seus filhotes são tão seguros quanto quaisquer outros. Tal posicionamento vem da FDA, a agência responsável por controlar os alimentos e remédios nos Estados Unidos. A decisão permite o uso comercial de leite ou carne de vacas, porcos e cabras clonadas e saudáveis. A clonagem seria uma eventual fonte de produtos de alta qualidade para os consumidores ao permitir a cópia do material genético de animais premiados e a sua reprodução. Os filhotes de animais clonados, e não os próprios animais, é que forneceriam o leite ou a carne aos consumidores norte-americanos. Na semana passada, a Autoridade Européia de Segurança dos Alimentos divulgou uma decisão provisória sobre os produtos derivados de animais clonados e de seus filhotes. Segundo a entidade, é improvável haver alguma diferença entre esses alimentos e os retirados de animais criados por meio de métodos tradicionais.

Fonte: Terra – 15 de janeiro de 2008