A Autoridade de Gerenciamento de Riscos Ambientais da Nova Zelândia (ERMA) aprovou oficialmente o plantio de quatro vegetais geneticamente modificados: brócolis, repolho, couve-flor e couve. Os testes serão concretizados em campos de teste neozelandeses pelo Instituto para Produção e Pesquisa de Alimentos da Nova Zelândia. As variedades foram modificadas para resistir a pragas graças ao gene da bactéria Bacillus thuringiensis (Bt).

O campo de experimentação naturalmente será monitorado durante um ano para assegurar procedimento adotado com as sementes de plantas geneticamente modificadas.

Fonte: ERMA New Zealand – 28 de maio de 2007