Cientistas da Universidade Estadual de Michigan, EUA, conduzem pesquisa para desenvolver combustíveis alternativos que poderiam auxiliar a aumentar os rendimentos de agricultores e, ao mesmo tempo, cortar custos de energia.

Cerca de 60% do milho plantado no Estado é GM e a idéia é substituir a gasolina por um biocombustível. Fala-se no processo de transição da gasolina para o etanol ou biodiesel, produto baseado na soja. Os pesquisadores estão também trabalhando na diversificação de recursos para produção de energia, utilizando outras plantas, segundo informação do professor de engenharia química Bruce Dale. “Queremos criar mais opções e assim potencialmente tornar as alternativas mais baratas.”

Confira a matéria original, em inglês.