Tabaco-B-300x200Cientistas do Reino Unido desenvolveram um tabaco transgênico que pode ajudar no tratamento da raiva, doença viral que pode ser fatal e à qual todos os mamíferos são suscetíveis. A planta foi geneticamente modificada para produzir um anticorpo que impede o vírus de se instalar no sistema nervoso e causar danos ao cérebro.

A transmissão da doença se dá pelo contato com a saliva do animal infectado. O vírus causador do mal se associa aos terminais nervosos próximos ao local do contágio e, em seguida, se espalha pelo sistema nervoso central. Infectados podem apresentar sintomas como mudanças de comportamento, febre, alucinações, paralisia muscular e de outras funções do organismo.

A raiva ocorre em todos os continentes, com exceção da Oceania. De acordo com um dos cientistas responsáveis pelo estudo, Leonard Both, a infecção, quando não tratada, é fatal em quase 100% dos casos. Aproximadamente 70 mil pessoas morrem da doença todos os anos em países em desenvolvimento. No Brasil, é considerada endêmica, sendo mais comum nas regiões nordeste e norte.

Ainda segundo Both, produzir substâncias com propriedades medicinais em plantas geneticamente modificadas é uma alternativa mais barata para o desenvolvimento de medicamentos. Nessa pesquisa, publicada na revista científica FASEB, o anticorpo foi extraído das folhas da planta GM de tabaco e posteriormente purificado, mostrando-se eficiente para neutralização de diversos vírus da raiva.

Fonte: FASEB e Science Daily – Junho de 2013