A Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, sob coordenação da professora Márcia Márgis, está desenvolvendo pesquisas para o melhoramento genético do arroz, visando ao aumento da tolerância a estresses bióticos e abióticos, como pragas, doenças e condições adversas de solo e clima. Os principais trabalhos são no sentido de obter plantas transgênicas que expressam proteínas com atividades contra fungos patogênicos e identificação dos padrões de expressão dos genes envolvidos com metabolismo antioxidante, que estão sendo avaliados com relação ao estresse salino do solo. Maiores informações podem ser obtidas com a coordenadora do projeto, pelo e-mail margism@biologia.ufrj.br