Foi inaugurado recentemente em Uganda um laboratório especialmente criado para pesquisa com bananas GMs, baseado na National Agricultural Research Organization (Naro).

Um dos trabalhos que poderão ser realizados é o cruzamento de variedades convencionais com outras GMs resistentes a doenças. O país terá possibilidade de utilizar a biotecnologia com base em sua própria escala de prioridades em relação às pesquisas.

E os pesquisadores contam com apoio máximo, já que o presidente ugandense, Yoweri Museveni, declarou ser plenamente favorável à biotecnologia. Em sua declaração, ele disse que depois de estudar a tecnologia e procurar entendê-la, “estou agora totalmente mobilizado em direção à sua adoção”.

O país terá possibilidade de utilizar a biotecnologia com base em sua própria escala de prioridades em relação às pesquisas.

Leia também a matéria original, em inglês.