A Comissão Européia autorizou, na semana passada, as primeiras sementes GMs para uso comercial no território da União Européia. Um total de 17 variedades de milho GM foram adicionadas ao Catálogo Comum de Sementes dos países que compõem a comunidade, e uma variedade de canola foi aprovada para venda, permitindo o plantio e o comércio dessas variedades em todos os 25 países-membros.

David Byrne, comissário europeu para a Saúde e Proteção ao consumidor, afirmou que o milho tem sido “completamente testado quanto à sua segurança para a saúde humana e o meio ambiente”. Além disso, Byrne ressalta que a variedade já vem sendo plantada na Espanha há anos, sem nenhum problema.

Beate Gminder, um porta-voz da Comissão, afirmou que qualquer produtor da União Européia está legalmente liberado para comprar e plantar as variedades listadas, mesmo que alguns países como o Reino Unido tenham estabelecido suas próprias regras para os grãos GMs