As maiores universidades do Vietnã introduziram matérias de biotecnologia em seus programas de ensino. Existem, atualmente, um total de 800 especialistas graduandos e já graduados trabalhando na área. E a intenção dessas universidades é treinar outros mil experts, inclusive em nível de pós-graduação, até 2010.

Por essa razão, o país tem conseguido sucesso na utilização de tecnologias de fertilização de células in vitro, auxiliando pessoas não-férteis a terem filhos. Além disso, têm produzido novas gerações de vacinas e plantas resistentes a insetos.

Desde 1998, o Ministério da Ciência e Tecnologia do Vietnã já investiu cerca de US$ 773 milhões em 30 laboratórios de pesquisa. 

Fonte: Asia Pulse / 31st July 2003