Variedades da uva (Vitis vinifera) têm sido cultivadas de forma vasta e natural há séculos no velho continente. Desde então, houve vários esforços para o melhoramento no cultivo convencional e na engenharia genética. Em um documento publicado recentemente na revista Plant Physiology, cientistas na Itália observaram um aumento na produção de frutos em uvas transgênicas comparadas ao tipo selvagem.

Um transgene sintetizador da auxina (hormônio de crescimento das plantas) de óvulos específicos, capaz de aumentar a quantidade de um hormônio em sementes de uva transgênica, foi introduzido em variedades Silcora e Thompson sem sementes.

A Thompson sem sementes, também conhecida como Sultanina, possui baixa frutificação, considerando que o tipo Silcora alcança um nível médio. A quantidade de conjuntos de flores por broto na DefH9-iaaM Thompson sem semente dobrou quando comparada ao tipo selvagem. Os pesquisadores descobriram que a qualidade e o valor nutricional dos frutos transgênicos eram substancialmente equivalentes ao das frutas controladas.

Fonte: Plant Physiology Março de 2007