Plantas geneticamente modificadas poderão ser utilizadas na produção de vacinas contra a Aids. O trabalho está sendo desenvolvido por cientistas na Europa e na África do Sul. A planta GM pode reduzir e muito o custo da produção de vacinas, segundo os pesquisadores, em relação ao método de imunização convencional.

No caso destes testes, o alvo ainda é a vacina injetável, mas há outros estudos que consideram a via oral, com a vacina sendo produzida em alimentos, como a banana. Conforme Julian Ma, do Hospital St. George, em Londres, coordenador do projeto, diz que levarão cerca de dois anos para que a técnica seja desenvolvida antes da instalação do primeiro campo de testes, previsto para 2006. Os testes clínicos devem começar em 2009.