As virtudes do consumo moderado de vinho para a saúde têm sido freqüentemente divulgadas nos últimos anos. Muitos estudos indicam que o resveratrol presente no vinho tinto é capaz de combater o colesterol e melhorar o funcionamento do sistema cardiovascular, dentre outros benefícios.

Mas os cientistas chineses planejam ir além. Eles estão desenvolvendo vinho transgênico com vistas a aumentar a longevidade, por meio de uma variedade de uva seis vezes mais rica em resveratrol. Isso foi feito com a inserção em uvas vitíferas comuns de um gene tirado de uma variedade selvagem chinesa de uva (Vitus pseudoreticulata).

Essa uva tem uma variante de um gene que estimula a produção de resveratrol. O estudo é coordenado por Yuejin Wang, da Universidade de Silvicultura e Agricultura do Noroeste, em Yangling. Yuejin, por enquanto, pensa num uso bem modesto para sua uva transgênica: quer saber se ela é mais resistente a fungos, também vulneráveis ao resveratrol.

Fonte: Isaaa – 14 de dezembro de 2007